Publicado em 27/01/2022

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Morre aos 56 anos a cantora e pastora Ludmila Ferber uma das vozes mais marcantes do gospel nacional

Morreu na noite desta quarta-feira (26) a pastora, cantora e compositora gospel Ludmila Ferber, aos 56 anos. A artista lutava bravamente contra o câncer desde 2018. Neste mesmo ano, revelou o diagnóstico aos fãs. "‘Em tempos de guerra, nunca pare de lutar’. Hoje estou entrando num momento único e surpreendente da minha vida: o tratamento de quimioterapia. Mas, ainda que o ritmo de viagens para ministrações diminua durante um tempo, meu ministério não parou. E nem vai parar”, compartilhou Ludmila.

Vida e carreira

Uma das vozes mais marcantes do gospel, Ludmila Ferber nasceu em 8 de agosto de 1965 no Rio de Janeiro e aos 20 anos, converteu-se ao cristianismo entregando a sua vida para Jesus. Integrou o grupo Koinonya, com o qual gravou 8 discos. Em 1996, partiu para a carreira solo e lançou Marcas, seu primeiro álbum.

Mais 12 discos de estúdio foram lançados depois disso, o último, Um Novo Começo,  foi gravado em 2020. A cantora ainda tem nove álbuns ao vivo lançados e um disco dedicado a canções infantis, Meu Amigão do Peito. Seus maiores sucessos incluem Sonhos de Deus, Sopra Espírito, Ouço Deus me Chamar e Nunca pare de lutar - que também é o título de seu livro, lançado em 2013 por Thomas Nelson Brasil.

Ludmila, que foi casada de 1987 a 2014 com José Antônio Lino, deixa três filhas do ex-casal: Daniela Ferber Lino, Ana Lídia Ferber Lino e Vanessa Ferber Lino. Neste momento nós da Igreja do Evangelho Quadrangular – IEQ, prestamos nossa homenagem a pastora Ludmila Ferber e nos solidarizamos com toda a família e amigos reforçando nosso voto de pesar pela grande perda. Que o Senhor conforte o coração de todos.

 

“Em tempos de guerra, nunca pare de lutar".