Publicado em 12/07/2022

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ministério Quadrangular se despede da diaconisa irmã 'Cotinha', membra mais velha da IEQ do Brasil

“Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”.  2 Timóteo 4:7

Faleceu no sábado, dia 09 de julho, uma das primeiras diaconisas ainda vivas da Igreja do Evangelho Quadrangular, Maria José Barros, a querida irmã "Cotinha". Aos 104 anos, ela era a membra mais antiga da IEQ do Brasil.

Iniciou seu ministério com muito amor e dedicação ainda na Cruzada Nacional de Evangelização no ano de 1953, na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo; foi ela também quem incentivou a ida do Evangelho Quadrangular ao Sudeste Paulista: nas cidades de Capão Bonito, Itapeva, Buri e Taquarivaí onde doou o terreno para a construção do templo em meados de 1950, onde está situado até os dias de hoje.

Mulher íntegra e caridosa serviu a Cristo por quase 70 anos na Igreja do Evangelho Quadrangular. Irmã Cotinha deixa filhos, netos, bisnetos, tataranetos e um grande legado para as futuras gerações.

O Rev. Mario de Oliveira, sua família, membros do Conselho Nacional de Diretores – CND e toda membresia da Igreja do Evangelho Quadrangular se solidariza com a perda e envia condolências a toda a família. Nossa oração é para que o Espírito Santo os console e fortaleça neste momento. O céu está em festa, pois a diaconisa Maria José Barros, irmã Cotinha, cumpriu com virtude a sua carreira e retornou à pátria eterna.  

1918-08 /07-2022